28.3.08

Questão de Estado

A grande imprensa não se tocou. O embrolio Petrobrás e PDVSA, que dificultou a assinatura do documento que cria a Refinaria Abreu e Lima, foi causado pela negativa da empresa brasileira de aceitar que a concorrente venezuelana entre no mercado nordestino. Para mim, que nem tenho carro, monopólio não é bom nem quando é estatal. Ou seja, acredito que a entrada dos venezuelanos seria positiva para nós consumidores e tenho certeza que a maior empresa do Brasil teria condições de enfrentar a concorrência. Faltou esse enfoque na cobertura da viagem do presidente Lula a Pernambuco. Eu quero a PDVSA no Nordeste! De preferência vendendo álcool também, para acabar de vez com o cartel dos usineiros e distribuidores de combustíveis. E que o Governo Lula exija contrapartidas para aceitar a entrada da empresa concorrente, mas isso não é para ser discutido por nenhuma empresa (nem mesmo a Petrobrás). É questão de Estado.

2 comentários:

Paulo disse...

É questão de estado. Mas como se dizia nos meus tempos de BSB, a Petrobrás é o Quarto Poder. Parece que continua assim.

Paulinho disse...

Ai em cima fui eu mesmo.